- Ache os Cursos e as Faculdades certas para você! Clique aqui!

- Bolsas de Estudo - são mais de 1.200 faculdades oferecendo descontos de até 75%! Saiba mais!

Versão para impressão     Enviar para um amigo    

Home : notícias

Unicentro completa 25 anos e faz uma retrospecriva de sua trajetória, no estado, país e no mundo

Fonte: Imprensa Unicentro

17/06/2015


Uma das mais jovens universidades públicas do Estado do Paraná. Esta é a Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) que completou 25 anos (13/06). Criada em 1990, a partir da fusão da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Guarapuava (Fafig) e a Faculdade de Educação, Ciências e Letras de Irati (Fecli), a Unicentro foi reconhecida como universidade pelo Governo do Estado em 8 de agosto de 1997. Desde então, prosperou na região central do Paraná, se expandindo para mais sete cidades (Guarapuava, Irati, Prudentópolis, Laranjeiras do Sul, Chopinzinho, Coronel Vivida e Pitanga) e abrangendo um território com população de quase um milhão de pessoas.

No início, eram apenas 10 cursos, baseados em Guarapuava e Irati. Nos dias atuais, a Unicentro conta com 36 cursos de graduação, alcançando 62 ofertas, em oito unidades universitárias. Atualmente, oferece 2.307 vagas em cursos de graduação, comparadas às 390 do primeiro vestibular.

Com a criação do Núcleo de Educação a Distância, em 2005, a instituição expandiu ainda mais o alcance de suas atividades. Em parceria com a Universidade Aberta do Brasil (UAB), a Unicentro oferece cinco cursos de graduação e quinze cursos de especialização em 30 polos espalhados por todas as mesorregiões do Paraná. Hoje, são 3.800 alunos matriculados e cerca de 4.100 já formados.

Os primeiros quatro cursos de pós-graduação, em nível de mestrado, foram implementados em 2006 e o primeiro doutorado, em Química, dois anos depois. Hoje, o número de cursos de mestrado mais que triplicou, chegando a 15. Além disso, mais dois doutorados passaram a ser oferecidos: Ciências Florestais e Agronomia, reconhecidos pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) com nota 4.

A internacionalização também foi um dos expoentes da Unicentro. Ao longo desses 25 anos, a universidade fechou convênios e acordos de intercâmbio com instituições de vários países, como México, Chile, Argentina, França e Portugal. Também faz parte da Rede Zicosur Universitário, uma organização que reúne instituições públicas de ensino superior da Argentina, Brasil, Paraguai, Chile e Bolívia. Atualmente, a rede abrange 31 universidades, com mais de 66 mil docentes e quase 620 mil alunos.

A Unicentro floresceu e se transformou em sinônimo de competência e qualidade, frutos do empenho do seu corpo docente e de agentes universitários, como relata o reitor da Unicentro, Aldo Nelson Bona. “O principal fator de desenvolvimento de uma instituição é o seu quadro de pessoal. A Unicentro completa seu jubileu de prata e, embora estejamos vivendo um momento não muito propicio à comemorações, não podemos deixar passar esta data, uma vez que ela se reveste de grande importância simbólica na trajetória de construção da vida de uma instituição pública de educação superior como a Unicentro, historicamente construída com muita luta, com muita dedicação, de muitas pessoas, que viveram e que vivem o dia a dia da instituição”.

Talvez o principal reconhecimento de que a Unicentro está em pleno desenvolvimento e se consolidando entre as principais instituições de ensino superior do país foi a divulgação do último Índice Geral de Cursos (IGC), no final de 2014. Divulgado pelo Ministério da Educação (MEC), o principal indicador de qualidade do ensino superior no país coloca a Unicentro na 33ª colocação entre 228 universidades avaliadas no país, reconhecendo o trabalho desenvolvido pela universidade nos âmbitos do ensino de graduação e da pesquisa produzida pelos cursos de pós-graduação.





Versão para impressão     Enviar para um amigo